Anciando

setembro 22, 2009

me old

Neste desenho fiz um auto-retrato envelhecendo o rosto com barba e alguns traços comuns da idade.

Por muito tempo tive aversão à idéia de ficar velho. Preocupava-me com ficar feio, fraco e com pensamentos lentos. Uma análise mais profunda me permitiu ver que isto se devia à uma vaidade que além de me deixar tenso com a elasticidade de minha pele, me fazia assumir um comportamento de constante exposição de minhas habilidades por medo de perdê-las a qualquer minuto e por tola necessidade de me fazer notar. Várias eram as ocasiões que tal comportamento me deixava infeliz. Sendo essencialmente discreto, forçar-me à extroversão, não raro me danificava a consciência.

Uma vez notificado mais um detalhe de falha no meu amor-próprio que por vezes prejudica meu amor ao próximo, vale notar que o passar do tempo que nos leva a cor dos cabelos e a firmeza dos braços, trás, em troca,  a tranquilidade da sabedoria e da vivência no amor e na fraternidade. Vão-se algumas qualidades e ganha-se outras a deixar o ser tão ou ainda mais Belo.

Dado o problema por equacionado, sua solução deve vir, mais uma vez, dos algebrismos da paciência.

PS: Anciar – Verbo intransitivo. 1. Ânsia por se tornar um ancião, tanto no sentido de apressar, como no de retardar o processo. 2. Aceitação da velhice, tornar-se ancião.

sWEET

setembro 2, 2009

rM

No momento que eu estava comendo esses doces eu senti vontade de representar o que eu sentia ao degusta-los.

Então eu desenhei uma meninha bem surreal, com cabelos grandes, cheios e domados, desenhei também um olho brilhante e grande e lábios molhados[se é que deu pra notar!] a feição eu coloquei um pouco de indecisão representada pela sobrancelha.

Então na blusa da menina, eu coloquei estampas que rementem ao que EU tava sentindo no momento. Daí a simbologia já tá mais compreensível. [né possível!]

A magreza é pq a menina tá doente. [DO NADAAAAAAAAAAAA]

Alguns reparos

setembro 1, 2009

Imag003

 

O nome do desenho é : Alguns reparos

Não tá bem desenhado pq foi feito com a pressa de quem tem algo urgente pra dizer. Nesse desenho os olhos da boneca de pano estão costurados, e a boca também. O fato é que ali não haviam olhos, apenas uma cavidade dedica à eles, e a boca representada pelo sorriso que jazia no inexistente.

 O que eu quero dizer com esse desenho: que as pessoas fazem pequenos reparos em si mesmas quando querem se adequar a algo. E que os principais orgãos que sofrem com isso são os olhos e a boca. Os olhos pq julgam o tempo todo, pq avisam a consciência sobre o que tá certo ou tá errado, pq alertam ,pq  discriminam oq acontece em nossa volta com precisão ou não, pq acima de tudo SENTEM.

 Já a boca é pelo fato de falar o que pensa, falar coisas erradas nos momentos errados, falar o que vê imediatamente, falar de quem não deve se falar, falar de si, de tanto falar…

Então em cima de uma cavidade vazia, eu costurei um olho que vai enxergar oq eu quero que enxergue, e em cima da boca eu costurei uma boca que só vai falar oq eu quiser.

Pq o ouvido não?

O ouvido eu não posso controlar. Ele vai sempre ouvir tudo, tanto oq se quer, quanto o que  não quer. Mas vai caber aos olhos e a boca transformar o que foi escutado.

O olho é portal da imaginação.

é isso meu povo…

Vejam mais de perto os detalhes:

Imag004